segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

ESCOLHA DA CORTE DO CARNAVAL 2011

Mais uma vez a Unidos de Vila Esmeralda têm uma representante na corte
Nossa Rainha (1° princesa do carnaval)

Todos na Torcida pela Djanira
EM BREVE NOVAS FOTOS DO EVENTO


quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

APOIO CULTURAL

*




*

*MERCADO ANA PAULA



*COMÉRCIO DE SUCATAS DO ALEMÃO

*LOJA IDA



*Apoio cultural Participe você também
Contato :5193111042



quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

UNIDOS DE VILA ESMERALDA -SAMBA ENREDO 2011

Conheça a letra do samba que a verde e rosa levará para a Avenida no Carnaval do município.


“Máscaras”
Compositores: Leanndrinho LV, Café

Quem sou eu, quem é você?
Nessa noite de magia tudo pode acontecer bis
De verde e rosa num desfile triunfal
Esmeralda veste a máscara no Carnaval

Doces ou travessuras?
As crianças perguntam assim
De máscara na cara, o rosto não declara
Na festa do hallowen
Mascarado vou jogar confete e serpentina
Sedução que não termina
No baile municipal
Escondendo a timidez
Transformação total


Não deixe a máscara cair, venha pra mim
Seja ela de papel, esponja, cobre ou marfim bis
Encapuzado ou com ela na mão
Rico ou pobre sou nobre folião

Muitas vezes foi usada
Por quem diz que não viu nada
Por quem finge estar mudo
Servindo como escudo
No descaso com nossa nação
Esconde a mentira e a corrupção
Virou folclore sem igual
Quem usa a de madeira é o maior cara de pau

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

NOSSA RAINHA


Nome da RAINHA :
Djanira -27 anos

Alterações

Escolha da Rainha dia 11/02/2011,no Salão ao lado do ABCREI.
Rua BEco dos Soares-Cancha de Areia-Parada 43

Convite..

Sábado tem Academicos da Orgia na Quadra da escola .A entrada é gratuita..
Esperamos por vocês

Fotos do Ensaio do dia 05/02/2011

O 2° passista Rafael está voando nos ensaios .Futuro promissor da comunidade
É muuuuuuuuuuuita habilidade.Bem afinadinha e sempre nota 10.

Leonardo e Brenda ,que safra esta escola tem .Serão os melhores


o vice presidente Adão apresentando a comunidade a letra do samba.



1° casal de porta bandeira e mestre sala Éverton e Seychelles,bem entrosados vão em busca de mais uma nota 10.







Ritmista suando muito para defender sua comunidade.






Presidente Paulinho e sua equipe de trabalho.A cerveja estava bem gelada _2,9°c.







Comunidade comparecendo com força máxima na Unidos.








Bateria do mestre Banha vem se formando.Venha participar também.









Irmão da porta Bandeira Seychelles mostra que já tem ritmo...










sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Em breve novidades sobre o tema enredo para o carnaval de 2011,ai vai uma dica...... "AS MÁSCARAS CAIRÃO!!""


Convite

Sexta -feira 04/02/2011 ensaio geral a partir da 23 horas e Sábado tem escolha da Rainha do Carnaval de Viamão 2011 na quadra da escola
local: Rua Presidente Vargas 545,Esmeralda ,AMAVE.

Contamos com a sua presença

Estamos de Volta.....

Apartir de hoje novas atualizações no blog

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Grupo de Destaques

Pelé (Intérprete do Samba)

Antônio Belmonte (Diretor de Bateria)

Léticia (1ª P. Estandarte)

Flávia Martins (2ª P. Estandarte)

Brenda ( P. Estandarte Mirim)

Roger Aguiar e Dahied Braga (1º Casal de Passistas)

Geison e Tauana ( 2º Casal de Passistas)

Alexandre Becker e Helen Aguiar (1º Casal de M/S e P/B)

Ediane Nunes (Madrinha de Bateria)

Lidiane Nunes (Rainha da Escola)

Tiago Anselmos (Rei Momo do Carnaval de Viamão)



Grupo de Trabalho para o Carnaval 2009

Franceli Nunes-(Direção de Destaque)

Adão-(Direção de Coordenação)

Helen Aguiar (Acessoria de Marketing)

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Corte 2009!!!!

Resultado do concurso realizado no dia 17 de janeiro de 2009.



Rei Momo: Tiago de Anselmos Rodrigues - representante da Unidos de Vila Esmeralda.

Rainha: Ana Paula da Conceição Medina - representante da Unidos de Vila Planalto.

1ª Princesa: Suelem Gonçalves Lopes - representante da Academia de Samba Viamar.

2ª Princesa: Elen Cristiane Rosa Flores - representante da Volta da Figueira.

Ecolha da Corte do Carnaval de Viamão 2009.

A corte do carnaval de Viamão - foi escolhida, no sábado dia 17/01/2009, às 20h, na quadra da Escola de Samba Unidos de Vila Esmeralda, Localizada na rua: Presidente Vargas, 545 Bairro: Esmeralda (perto do posto de saúde Esmeralda).

sábado, 15 de novembro de 2008

Grande Festa de Escolha do Samba Enredo 2009..

No Dia 13 de Novembro de 2008, sábado,apartir das 20h45, na quadra da Escola,será a "Grande Final da Escolha do Samba Enredo da Escola De Samba Unidos de Vila Esmeralda"

sexta-feira, 9 de maio de 2008

PARABÉNS PELO TEU DIA!!!!!



Mãe carinhosa, mãe dengosa
Mãe amiga, mãe irmã
Mãe sem ter gerado é a mãe de coração

Mãe solidão,
Mãe de muitos, mãe de poucos
Mãe de todos nós, Mãe das mães
Mãe dos filhos
Mãe-pai: duas vezes mãe

Mãe lutadora e companheira
Mãe educadora, mãe mestra
Mãe analfabeta, sábia mãe
Mãe dos simples e dos pobres
Mãe dos que nada têm e dos que tudo têm
Mãe do silêncio, mãe comunicação

Mãe dos doentes e dos sãos
Mães dos que plantam e dos que colhem
Mãe de quem nada fez e de quem compra feito

Mãe de quem magoou e de quem perdoou
Mãe rica, mãe pobre
Mãe dos que já foram, mãe dos que ficaram
Mãe dos guerreiros e dos guerreados

Mãe que sorri, mãe que chora
Mãe que abraça e afaga
Mãe presente, mãe ausente
Mãe do sagrado, mãe da luz
Mãe de Jesus e mãe nossa.

Mãe, simplesmente mãe.

Especialmente para as mães que abraçaram e ainda o faz a Unidos de Vila Esmeralda são votos sinceros da Direção.

Você faz a Festa!!

Descontração, criatividade, superação, beleza, determinação, amor à camisa e, sobretudo, ao samba. Fantasias nas Avenidas Reis e Rainhas, Índios...? Bailando na praça.
É a festa de um Povo, o Povo que faz a ´Festa junto´ ...transformistas do tempo.

quarta-feira, 14 de novembro de 2007

terça-feira, 6 de novembro de 2007

Samba Enredo da Escola de Samba Unidos de Vila Esmeralda!!



S.R.C.B.E.S. Unidos de Vila Esmeralda

Presidente: Paulo Henrique
Samba Enredo: Itapuã Paraíso Tropical
Autor: Cláudio Fernando Coelho Ventura
Intérprete: Cláudio Ventura



Vila Esmeralda
Vem pra avenida sambar
É Carnaval e este é o meu lugar
Arquibancada sacudindo
É uma festa de novo
Mostra Itapuã para o seu povo

A história de Itapuã encanta
No tempo da colonização
Chegam Açorianos Portugueses
Com escravos negros neste chão
Índios guarani que habitavam
Desfrutavam da vegetação

Viram a resistência Farrapilha
Guerrilhando contra a invasão

Finalmente chega a primavera
Bromélias e Orquídeas a florar
O turista fica encantado
Com Farol beleza singular
Olham pescadores trabalhando
Guarda florestais a explicar
Parque Estadual de Itapuã
Um local para se pesquisar


E hoje existe Colônia, Japonesa
Comunidade Rural com certeza
E a saúde é Colônia Hospital
Neste Paraíso Tropical

quarta-feira, 31 de outubro de 2007

Fungos da Madeira!!!

Fungos encontrados no Parque!!


Fique Sabendo!!!


Este é o "corpo" de crescimento e consiste em massas de filamentos muito finos (hifas). É o micélio que segrega os enzimas, químicos especiais, que atacam os componentes da madeira e os transformam em materiais mais simples, por exemplo, em açúcares, os quais podem ser usados pelos fungos para a sua alimentação, crescimento e sobrevivência.
Ramificações

O Trapiche!!






Em agosto de 1836, os legalistas desembarcaram na enseada do Porto das Pombas e atacaram os revolucionários do Morro da Fortaleza. Neste morro ainda existem vestígios das trincheiras onde os farrapos instalavam suas baterias de fogo e parte das pedras que formavam uma fortaleza natural. Próximo ao Morro da Grota, são visíveis as marcas de uma ferraria farrapa. Já na Praia das Pombas há restos de um ancoradouro daquela época, conhecido como Ponta do Trapiche.


No Trapiche


Trapiche!


Vista da Praia das Pombas!!



Água
A água é um elemento essencial à
vida do homem e à sua existência em
nosso planeta. Assim, a poluição crescente
de rios, lagoas e mares nas cidades
compromete a qualidade da
água e diminui a quantidade de água
potável, que é indispensável à existência
humana.
A água, além de conduzir germes
que provocam doenças.
Diga não a Poluição e sim a Preservação!!

Sensação de Liberdade!!!

Segundo a Galera eles sentiam-se como se estivessem livres!!

Vegetação

Vegetação é o conjunto de plantas nativas de certo local que se encontram em qualquer área terrestre, desde que nesta localidade haja condições para o seu desenvolvimento. Tais condições são: luz, calor, umidade e solos favoráveis, nos quais é indispensável a água. Além de possibilitar a existência da vegetação, esses fatores também condicionam suas características.

Satisfação!!!


As Três Equipes Reunidas!!

A Natureza!!

O Parque Estadual de Itapuã abriga última amostra dos ambientes originais da região Metropolitana de Porto Alegre.

Segundo o Proprietário Durante a Guerra dos Farrapos Bento Gonçalves Usufrui desta Casa.


Itapuã é um verdadeiro santuário — não só ecológico, mas de lutas e histórias. Sítios arqueológicos indicam que os primeiros habitantes da região foram os índios tupi, guarani e umbu. Já no início do século 18, a área foi doada ao padre português José dos Reis. Em 1770, casais açorianos fundaram a Vila Real da Senhora Santana do Morro Grande, mas abandonaram a área por considerarem o solo ruim (Fonte Secretaria de Cultura de Viamão, Secretário Hélio Ortiz). O local também fez história durante a Guerra dos Farrapos (1835/1845). Tentando impedir a passagem das embarcações imperiais, vindas do Rio para combater os revolucionários, os gaúchos montaram na área verdadeiros fortes nos morros, hoje conhecidos como Morro de Itapuã e Morro da Fortaleza. Para quem visita Itapuã, é ainda possível ver vestígios daquela época. Como se vê, quem vai até Itapuã vai viver ecologia, curtir história e sentir o prazer de estar no meio da mais pura natureza.

Os Animais!!

1º Animal a ser avistado!!!!!!!
Fique Sabendo!!

Lacraia

Reino: Animália
Filo: Arthropoda
Subfilo: Myriapoda Classe: Chilopoda
Ordem: Scolopendromorpha
Família: Scolopendridae
Gênero: Scolopendra

A lacraia é um animal de peçonha localizada nas maxilípedes. É um animal terrestre de vida solitária e carnívora. Alimenta-se de minhocas, vermes, grilos, baratas entre outros. Vivem em ambientes úmidos como pedras, troncos e folhas no solo. Também são encontradas em hortas, entulhos, vasos ou em qualquer parte de uma casa onde não receba luz a fim de evitar a desidratação. A lacraia costuma levantar seu ferrão quando se sente ameaçada e ao picar deposita seu veneno na vítima. O veneno da lacraia não é mortal para o homem, mas é bastante dolorida e as causas variam segundo o organismo de cada pessoa e segundo sua resistência imunológica. O macho deposita suas células sexuais no corpo da fêmea que absorve tendo a fecundação interna.

No Museu!!


Cátia da Equipe Ponta de Pedra "Itapuã em Tupi - Guarani"

No Museu!!!!


Iniciando A Visitação

!
Foto tirada na Museu de Fotografias do Parque!

Alegria e Muitas Espectativa na Visitação!!!

Camila, Helen, Jéssica e Greice.
Mensagem das Meninas!!
Em diversas situações, elementos da natureza que compõem
o meio ambiente, como água, terra e ar, estão comprometidos
e/ou comprometem os seres humanos interferindo na saúde
e na qualidade de vida da população!
Protegendo o Meio Ambiente estamos nos protegendo pense nisso!!
Obrigada.

Parque Estadual de Itapuã.

Beleza Natural do Parque !!!


Prêmio para os Campeões da 1ª Gincana de Escola de Samba Unidos de Vila Esmeralda.

As Equipes foram Premiadas com um Passeio Ecoturistico para o Parque estadual de Itapuã!!!!


A Primeira Gincana da Escola de Samba Unidos de Vila Esmeralda foi um sucesso, foi inspirado no Tema Enredo da Escola para o Carnaval de 2008 "Itapuã" marcado pela emoção e pelo envolvimento da Comunidade, que compareceu em peso na na Quadra dac Escola onde foi realizada a Festa agostina e encerramento da gincana. Além das apresentações musicais, as equipes entoaram um grito de guerra e realizaram tarefas relampago com muita determinação. O público teve a oportunidade de prestigiar também uma apresentação especial dos trabalhos propostos pela Coordenação da Gincana onde hávia uma espodição destes (maquetes e trabalho escrito)contando a história de Itapuã e outro o Parque Estadual de Itapuã.
Devido ao esforço e dedicação das Equipes ficou decidido que todos eram merecedores do prêmio além do mais foi um grande aprendizado para todos, pois adquiriram conhecimento e conciência de que nós seres humanos podemos preservar a natureza e dar a oportunidade de nossos filhos, netos, bisneto, etc... de ter uma vida melhor que eles tenham a mesma oportunidade que nós temos de conhecer e desfrutar com responsabilidade da flora e fauna nativa do nosso Rio Grande do Sul.
Foi uma festa singela e muito bonita, que certamente ficará marcada na história desta Comunidade que fechou com "chave de ouro"!

quarta-feira, 24 de outubro de 2007

Festa na Quadra!!!!!!!!!!!!!


Olá Pessoal,

Todas as Sextas - Feiras, Sábados e Domingos haverá Pagodeira na Quadra da Escola.

Local: AMAVE, 545, Vila Esmeralda

Não Fique Fora Dessa!!!!!!!

quinta-feira, 18 de outubro de 2007

Um Pouco da História do Parque Estadual de Itapuã!!!



A história de Itapuã: tem que preservar





Quem visitou o Parque Estadual de Itapuã há dez anos, certamente não poderá reconhecê-lo. Itapuã sofria com uma série de depredações, caça e pesca predatórias e sucessivas queimadas.
Na década de 70, as pedreiras retiravam do local o granito rosa, sem qualquer controle. O loteamento clandestino, em especial na Praia de Fora, permitiu que mais de mil casas fossem construídas dentro da área do Parque, provocando a degradação da vegetação e espantando animais silvestres.Nas praias da Pedreira e das Pombas, mais de 200 famílias passaram a residir e chegaram até a instalar comércios. No verão, mais de 10 mil pessoas freqüentavam suas praias.
O Parque foi criado em 1973 com o objetivo de tornar-se um Complexo Turístico dotado de balneários, centros de artesanato, de atividades recreativas, culturais e de lazer, que não chegaram a ser implantados. Dessa forma o parque era explorado como um balneário, sem qualquer preocupação com o meio ambiente. Até 1990, esteve sob a responsabilidade de vários órgãos estaduais. Biólogos, ambientalistas, pesquisadores e admiradores da natureza não poderiam deixar Itapuã ser destruído. Assim, em 1985, foi criada a Comissão de Luta pela Efetivação do Parque Estadual de Itapuã (CLEPEI). Esta Comissão de Luta exerceu importante papel no fechamento das pedreiras e dos loteamentos irregulares, bem como na conscientização sobre a importância ambiental da área, além de cobrar do Poder Público a sua responsabilidade com a proteção e implantação do Parque. Em dezembro de 1990, o Parque passou a ser administrado pelo Departamento de Recursos Naturais Renováveis (DRNR), hoje Departamento de Florestas e Áreas Protegidas (Defap) da Sema. A primeira medida da nova administração foi a promulgação de um novo decreto que transformou o então Complexo Turístico em Parque, Unidade de Conservação de Proteção Integral.Assim, os objetivos do Parque passaram a ser: a conservação dos ambientes naturais e ecossistemas; a pesquisa científica; a educação ambiental e a visitação pública. Estas medidas facilitaram a decisão judicial para a retirada das ocupações ilegais. As casas construídas na área de preservação foram removidas, o mesmo acontecendo com o gado e animais domésticos.Em 1991, a visitação pública foi suspensa para que acontecesse a implantação da infra-estrutura necessária e a recuperação da natureza. Apesar dessa luta ser em prol do meio ambiente, a comunidade da Vila de Itapuã - que tinha como fonte de renda o trabalho nas pedreiras e o comércio naquela área - revoltou–se e deu às costas para o Parque. Hoje, a realidade é outra. A comunidade tomou consciência da importância de preservar aquele ecossistema e está trabalhando em parceria com a Sema. Moradores da região foram contratados como guarda-parques e treinados como condutores locais de ecoturismo. O Parque Estadual de Itapuã,hoje, é um dos maiores empregadores da região.
Fonte: Assessoria de Comunicação da Secretaria Estadual do Meio Ambiente assecom@sema.rs.gov.br

Parque Estadual de Itapuã!!!!!!




Parque Estadual de Itapuã


Localizado a 57 km da capital, o Parque de Itapuã, protege a última amostra dos ecossistemas originais da Região Metropolitana de Porto Alegre, com campos, matas, dunas, lagoas, praias e morros às margens do lago Guaíba e da laguna dos Patos.Nas suas formações vegetais, ocorrem mais de 300 espécies, destacando-se a figueira, a corticeira-do-banhado, o jerivá, o butiazeiro, além de orquídeas, cactos e bromélias. A Lagoa Negra, com 1750 hectares, é o ponto de parada de aves migratórias, como o trinta-réis e batuíras.

"O Parque Estadual de Itapuã foi criado em 1973 e fechado 18 anos depois, sendo reaberto apenas em abril de 2002. A área de 5,5 mil hectares, onde está localizado o parque foi palco de combates durante a Revolução Farroupilha. Na tentativa de impedir a passagem de navios imperiais vindos do Rio de Janeiro, os farrapos construíram fortes nos morros chamados de Itapuã e de Fortaleza. Em 1836, 32 soldados farrapos morreram no Morro da Fortaleza, vítimas de um ataque imperial. Duas embarcações farroupilhas também estão afundas perto da Praia das Pombas." Texto publicado em Zero Hora 29/04/2003

quarta-feira, 10 de outubro de 2007


Fique Sabendo!!!


Dia Nacional do Samba O Decreto Lei Estadual que designa o dia 2 de dezembro como o Dia Nacional do Samba é de autoria do deputado Frota Aguiar. O fato se deu durante o I° Congresso Nacional do Samba.

Cultura!

Samba: Patrimônio Cultural Brasileiro








Fique Sabendo!!!!!!
Durante reunião do Conselho Consultivo do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN), em Brasília, o samba carioca foi declarado patrimônio cultural do Brasil.
Financiada pelo Ministério da Cultura, uma pesquisa organizada pelo Centro Cultural Cartola serviu como instrumento de solicitação para registro das matrizes do samba (partido-alto, samba de terreiro e samba-enredo) como patrimônio cultural.
Além de registros históricos das seis escolas de samba mais antigas do Rio de Janeiro (Mangueira, Salgueiro, Portela, Império Serrano, Estácio de Sá e Vila Isabel), foram reunidos discos, livros e teses.
fonte: clic RBS

terça-feira, 9 de outubro de 2007

Um pouco da História!!!!!!



Samba enredo


"No começo não havia samba enredo, o mais cantado na quadra era o que valia para o desfile", informa um mestre da matéria, o portelense Jair de Araujo Costa, o Jair do Cavaquinho. Em 1962, por sinal, ele projetou-se através de um samba de quadra em sua escola, Meu Barracão de Zinco, gravado com sucesso por Jamelão. A pré-história do gênero, no Rio de Janeiro, foi marcada por sambas de Cartola e Carlos Cachaça na Estação Primeira de Mangueira como Pudesse meu Ideal, de 1932 ou Homenagem (só de Cachaça) do ano seguinte, um dos primeiros a incluir personagens da história do Brasil. Cartola e Cachaça emplacariam ainda um segundo lugar para a verde-e-rosa no desfile de 1936 com O Destino Não Quis. Modificado (inclusive no título), reforçado por uma segunda parte composta por José Gonçalves, o Zé Com Fome, este samba seria gravado com sucesso por Aracy de Almeida como Não Quero Mais em 1936 (sem o nome de Cartola com o nome verdadeiro de Carlos Cachaça grafado errado) e finalmente se transformaria num clássico da retomada do samba nos 70 com o título de Não Quero Mais Amar a Ninguém nas vozes de Paulinho da Viola e do próprio Cartola.É que nesses primórdios, o samba que as escolas levavam para a avenida tinha apenas a primeira parte, a outra ficava livre para ser versada, improvisada na hora. Esta gravação de Aracy antecede a que é oficialmente considerada, inclusive pela Enciclopédia da Música Brasileira (Art Editora) a primeira gravação comercial de um samba enredo, a de Natureza Bela!... (de autoria de dois compositores profissionais Henrique Mesquita e Felisberto Martins) por Gilberto Alves em 1942, seis anos depois da composição ter sido utilizada como enredo pela escola Unidos da Tijuca.Em 1934, com Meu Grande Amor, estreava na escola Prazer da Serrinha outra dupla que seria responsável pelo formato básico do samba-enredo (antes da aceleração dos desfiles), o filho de pastor protestante Silas de Oliveira (Assunção) (1916-1972) e o ex-jornaleiro Décio Antonio Carlos, que se tornaria conhecido por Mano Décio da Viola (1909-1984). Juntos, inicialmente na Serrinha e depois no resultante Império Serrano, eles compuseram alguns dos maiores clássicos do ramo como Conferência de São Francisco(1945), Exaltação a Duque de Caxias (1955), Medalhas e Brasões (1960) e Heróis da Liberdade (com Manoel Ferreira) (1969), enredo que incomodou os censores da ditadura recrudescida, e Apoteose ao Samba (1974). Com outros parceiros, Mano Décio ainda assinaria mais clássicos como Tiradentes(com Penteado e Estanislau Silva), de 1949, Batalha Naval do Riachuelo (com Penteado e Molequinho), de 1951 e Silas de Oliveira outros tantos, como Os Cinco Bailes da Corte ou Os Cinco Bailes Tradicionais da História do Rio (com Bacalhau e a estreante D. Ivone Lara), em 1966, São Paulo Chapadão de glória(com Joaci Santana), de 1967, além dos solos Aquarela Brasileira (1964) e Pernambuco, Leão do Norte (1968).Desde que em 1939, em pleno Estado Novo do ditador Getulio Vargas, a escola Vizinha Faladeira foi desclassificada por causa do enredo Branca de Neve e os Sete Anões, os temas e personagens da história do país (sempre em clima de exaltação patriótica) obrigaram artífices como Silas & Décio a desdobrarem-se para evitar a pieguice, e sem sair do ufanismo encaixar letras quilométricas em melodias assobiáveis.ProtestoNo final dos 60, novas dissidências apareceriam com o desembarque do partideiro Martinho José Ferreira, o Martinho da Vila Isabel através de um samba enredo compactado, Carnaval de Ilusões (com Gemeu), de 1967 que não foi bem aceito pelo júri, incluindo o compositor Chico Buarque. Martinho protestaria em Caramba ("Malha malha, malhador/ que não aceita a evolução/ (...) caramba, nem o Chico entendeu o enredo do meu samba"). E seguiria mexendo no formato em Quatro Séculos de Modas e Costumes (1968) e Iaiá do Cais Dourado (1969). Em 1971, novo sobressalto, o capixaba Zuzuca (Adil de Paula) estiliza o ritmo fluminense caxambú no desfile do Salgueiro em Festa para um Rei Negro (que ficaria conhecida pelo refrão "pega no ganzê") e ganha as paradas de sucesso, ultrapassando o âmbito carnavalesco.Artistas de fora das escolas como João Bosco e Aldir Blanc (Mestre-Sala dos Mares), Chico Buarque e Francis Hime (Vai Passar) ampliaram as possibilidades do gênero, que ganha letras mais politizadas e da exaltação parte para a crítica de costumes. Filho de uma familia "metida a nobre, que achava samba coisa de crioulo", o Procurador Federal e advogado Gustavo Adolfo de Carvalho Baêta Neves, morto em 1987 aos 52 anos, encarnou outro caso à parte de fascínio pelo samba enredo. Com o pseudônimo de Didi (e em muitos casos cedendo a autoria para outros compositores) ele escreveu nada menos de 22 sambas-enredo, entre eles as obras primas O Amanhã e É Hoje, ambos para a União da Ilha. Foi homenageado pela escola em 1991 através de De Bar em Bar, Didi um Poeta (Franco).Da década de 80 em diante, com a invasão das escolas pelas classes média e alta e a transformação do desfile em show bizz cada vez mais opulento, também o samba enredo mudou. Sua velocidade foi sendo aumentada para permitir que o gigantismo das escolas não atrapalhasse a rígida cronometragem da comissão julgadora. As enormes vendagens dos discos com os sambas-enredos vencedores de cada escola motivaram disputas acirradas entre compositores, com torcidas subsidiadas e rateio do bolo por um número cada vez maior de parceiros. Depois de dominar o período carnavalesco tirando espaço das marchinhas e dos próprios sambas de carnaval, o samba enredo sofre, a partir de meados dos 90, um processo de exaustão da fórmula com discos em queda de vendagem e o alcance de suas músicas cada vez mais restrito aos dias de folia.